F1 pode sobreviver sem a Ferrari, diz Brawn - Pós Bandeirada
F1 pode sobreviver sem a Ferrari, diz Brawn

F1 pode sobreviver sem a Ferrari, diz Brawn

Compartilhe


Contudo, diretor técnico da categoria pondera que saída da Scuderia não seria o ideal e que, por isso, quer buscar soluções satisfatórias

Diretor técnico da F1, Ross Brawn acredita que a categoria sobreviveria caso a Ferrari decidisse deixar a disputa, mas que, mesmo assim, tentará arrumar alternativas para que a Scuderia fique satisfeita e permaneça no Mundial.
A Ferrari tem se mostrado insatisfeita com as intenções dos chefes da F1 para o futuro, sendo que o presidente da companhia, Sergio Marchionne, fez repetidas ameaças de uma potencial saída.
Brawn, que trabalhou como diretor técnico da Ferrari na sequência de títulos de Michael Schumacher, na década passada, analisou a situação. “A F1 sempre irá sobreviver. Todos vemos isso: vemos campeões mundiais que deixam o esporte e, às vezes, temos tragédias na F1. Sempre tivemos isso: ‘Para onde o esporte vai?’ E ele se recupera. Ele segue em frente, seja comigo nele, com o Liberty nele, com a Ferrari nele – ele sempre seguirá em frente”, disse, em entrevista à emissora Sky Sports.
No entanto, Brawn admitiu que a saída da Ferrari poderia ter um impacto ruim: “Será melhor se isso acontecer? Acho que não. Acho que será melhor se encontrarmos uma solução com a Ferrari, mas isso tem de acontecer com os parâmetros corretos.”
“Não podemos ter uma situação em que fazemos tudo que uma equipe quer, seja ela qual for. Não podemos gerenciar o esporte baseado no que as equipes querem”, completou.

Paginas