Diretor da Pirelli diz que para aumentar ultrapassagens, F1 deve recorrer a mais aderência mecânica - Pós Bandeirada
Diretor da Pirelli diz que para aumentar ultrapassagens, F1 deve recorrer a mais aderência mecânica

Diretor da Pirelli diz que para aumentar ultrapassagens, F1 deve recorrer a mais aderência mecânica

Compartilhe



  Mario Isola, diretor da Pirelli, disse ao F1 Fanatic que, "Na minha opinião, o que deveria ser feito é ter menos aderência aerodinâmica e maior aderência mecânica. Com isso, as ultrapassagens seriam mais fáceis, por isso, no futuro, gostaria de ver carros com maior aderência mecânica"

  De fato, a F1 vem perdendo uma das peças fundamentais para o espetáculo, que são as ultrapassagens, que de 2016 para 2017, caíram pela metade, e Isola explica o motivo.

  "Quando você segue outro carro, a temperatura aumenta. Superaquece os pneus e perde rendimento."

  Como solução, a Pirelli vem desenvolvendo pneus que se desgastam mais, o que pode gerar maior número de paradas, e assim mais variedades de estratégias.

  Junto com o desgaste, a Pirelli pretende fazer com que a melhor eficiência dos pneus seja em temperaturas mais altas, fazendo assim com que seja mais fácil de um carro se manter perto de seu adversário.

   "O grande passo que demos no ano passado com a nova gama de pneus foi o redesenho dos compostos e a utilização de ingredientes diferentes para reduzir o controle de aquecimento. Dessa forma, ainda que a temperatura do asfalto aumente, o pneu vai oferecer uma boa aderência", explica Isola.

Paginas